4 Escolhas de consumo

Pedro J. Fernandez e Tiago Mendonça dos Santos


Os Modelos de Escolha Discreta (Discrete Choice Models) são de especial interesse para os praticantes do Marketing Analítico. Amplamente disseminados, esses modelos representam de maneira flexível diversos aspectos das escolhas feitas por consumidores.

Aplicações usuais dos modelos de escolha discreta envolvem a estimação da demanda por produtos de giro rápido e bens duráveis (fast-moving consumer goods e durable goods, respectivamente), serviços, atividades recreacionais etc. Duas referências importantes que discutem aplicações dos modelos de escolha discreta são Ben-Akiva (1999) e Train (1998).